Título no Brasil: Kassandra
Título Original: Kassandra
País: Venezuela
Gênero: Novela
Roteiristas: Délio Fiallo
Ano: 1992
Episódios: 150
Classificação: 3/5

Sinopse: Kassandra é uma história mágica que se desenrola em um mundo circense, onde uma bela bailarina cigana, quando menos espera, encontra o amor. É uma trama cheia de intrigas e mentiras, onde Kassandra luta para encontrar a verdade.


PARTE DO ELENCO

Kassandra/ Andreína Arocha — Coraima Torres
Luis David Contreras/ Ignacio Contreras — Osvaldo Rios
Randú — Henry Soto
Herminia — Nury Flores
Dorinda — Esperanza Magaz
Alfonso Arocha — Raúl Xiquéz
Ernesto Rangel — Miguel de León

MINHA OPINIÃO

Além do méxico, outros países como a Venezuela, nos trazem belas tramas para nos entreter. Kassandra nos traz história de amor e intrigas, além de um belíssimo universo circense para conhecer.

A história tem início na região dos Andes na Venezuela. Andreína Arocha, é filha única de Alfonso Arocha, ela possui uma madrasta que tem dois filhos do primeiro matrimônio. A jovem ficou deslumbrada com o circo que chegou em sua cidade, além de nutrir um grande amor pelo Dr. Ernesto, um jovem médico que é amigo do seu pai e tem planos ambiciosos de estudar na Espanha. Após fazer alguns exames, o pai da menina, descobre que ela tem leucemia e não viverá muito. Ernesto casa-se com ela a pedido de Alfonso e acaba se apaixonando.

Andreína fica grávida, isso acelera o processo de sua doença. Após o parto, ela morre, deixando órfã uma linda menina. Carregando uma grande dor, Ernesto decide realizar sua ambição de ir para a Espanha, deixando o sogro encarregado de cuidar da menina, prometendo voltar depois de um tempo. Mas ocorre uma tragédia onde o jovem médico morre e Hermínia, tia da menina, ao saber que o rapaz havia morrido e como queria a herança só para ela, decide trocar a menina com uma bebê que havia morrido no acampamento cigano. A verdade é que Kassandra cresceu e se tornou uma linda jovem, dentro de sua tribo ela sempre foi considerada estranha por conta dos seus traços físico, diferente de um cigano. Após 18 anos o Circo está de volta, logo no desfile inaugural a jovem atrai os olhares de outros homens, entre eles, os filhos de Hermínia. 

Eu era criança ainda, quando essa telenovela foi transmitida aqui no Brasil. No entanto, tenho a história muito viva na minha mente, já que tudo isso de circo, ciganos e toda essa mágica me fez criar uma paixão enorme por essa cultura, e que me deu mais um motivo para ir atrás e conhecer todos que tem o espanhol como idioma.

Pontos positivos, com certeza, diria que o elenco e os detalhes da produção, em especial do circo, que foram muito bem cuidados. Também gostei da história que é contada, mas aí entra um ponto negativo, já que alguns momentos você fica um pouco cansado quando eles enrolam para dar mais audiência. 


Até a próxima!


Deixe um comentário